Tratamento de Rosácea

 

O que é Rosácea?

A rosácea é uma doença vascular inflamatória crônica, com remissões e exacerbações. Caracteriza-se por uma pele sensível, geralmente mais seca, que começa a ficar eritematosa (vermelha) facilmente. Geralmente, se irrita com ácidos e produtos dermatológicos. Aos poucos, a vermelhidão (eritema) tende a ficar permanente e aparecem vasos finos (telangiectasias), pápulas e pústulas que lembram a acne. Além disso, podem ocorrer edemas e nódulos. Um sintoma pode ser mais proeminente que outro, variando muito de pessoa a pessoa.

A origem da rosácea ainda não é conhecida. Contudo, há uma predisposição individual que pode ser familiar30% dos casos têm uma história familiar positiva e ela é mais comum em brancos e descendentes de europeus, evidenciando uma possível base genética. Além disso, há forte influência de fatores psicológicos (estresse).
A presença de eritemas (vermelhidão) e telangiectasias (vasinhos) na região central da face, acompanhadas de pápulas e pústulas, geralmente não oferece dificuldade no diagnóstico da rosácea. O paciente pode fazer um diário das pioras (e das remissões) relacionando isso às suas atividades, alimentação, estresse e outros fatores.

Tipos de Rosácea:

Existem quatro tipos clássicos de rosácea:

  • Eritemato-telangectasica – Subtipo1
  • Papulopustuloso – Subtipo2
  • Fimatoso (Rinofima) – Subtipo3
  • Ocular – Suptipo4: pode acompanhar qualquer um dos outros e vir sozinho também.

Tratamento para Rosácea

Não há cura para a rosácea, mas há tratamento e controle, com muitos avanços recentes. No entanto, tudo depende da fase clínica que o paciente está. Todos os agravantes ou desencadeantes devem ser afastados ou controlados. Entre eles, bebidas alcoólicas, exposição solar, vento, frio e ingestão de alimentos quentes.

O tratamento de rosácea se inicia com:

  • sabonetes adequados; 
  • protetor solar com elevada proteção contra UVA e UVB e com veículo adequado à pele do paciente; 
  • uso de antimicrobianos tópicos;
  • Isotretinoina oral em dose baixa, em casos persistentes e recidivantes;

Além disso, alguns procedimentos dermatológicos podem ser associados. Neste contexto, o laser ou a luz pulsada são excelentes para tratamento das telangiectasias (os vasinhos que acompanham a vermelhidão da face).

Contudo, é importante enfatizar que o uso de filtros solares cotidianamente no rosto é fundamental para controle da doença. Da mesma forma, para a manutenção dos resultados, pois a radiação ultravioleta é um fator desencadeante e agravante.

Além disso, para os pacientes com rosácea, é muito importante a consulta e o acompanhamento também com o oftalmologista.

 

Se você tem dúvidas sobre o melhor tratamento para a sua pele, agende uma consulta. Na Clínica Carreirão, os procedimentos dermatológicos são indicados de forma personalizada, de acordo com as necessidades de cada paciente.  

Entre em contato conosco e agende sua consulta com a Dra. Marcela Camera Carreirão (CRM/SC 18545 | RQE 14991), Médica Dermatologista.