Rinoplastia Não Cirúrgica | Bioplastia

*Por Dr. Waldir Carreirão (CRM/SC 10892 e RQE 8167) | Otorrinolaringologia | Ênfase em Rinoplastia e Cirurgias Nasais.

A Rinoplastia não Cirúrgica ou Bioplastia é a correção de deformidades do nariz com preenchedores. A maioria dos tratamentos estéticos realizados nos Estados Unidos são não cirúrgicos ou minimamente invasivos. Os produtos injetáveis são responsáveis por grande parte destes tratamentos. 

Indicações da Rinoplastia não Cirúrgica

A rinoplastia é um dos procedimentos cirúrgicos mais realizados no mundo. Apesar disso, muitos pacientes também procuram por técnicas não invasivas para a melhora estética do nariz. As indicações para o uso de preenchedores dérmicos no nariz incluem: 

  • pacientes que desejam “testar um novo formato” de seu nariz antes de se submeter a uma rinoplastia cirúrgica
  • pacientes em pós operatório de rinoplastia que estão insatisfeitos, mas que não desejam submeter-se a uma revisão cirúrgica; 
  • pacientes cuja a rinoplastia cirúrgica foi contra indicada; 
  • pacientes que estão aguardando um tempo ideal para sua rinoplastia revisional, mas que desejam alguma melhora imediata; 
  • pacientes que desejam uma melhor estética do nariz sem submeter-se a um procedimento cirúrgico invasivo.

Tipos de Preenchedores

O preenchedor mais utilizado no nariz é o ácido hialurônico (AH). Apesar de ser um preenchedor temporário, sua durabilidade no nariz parece ser maior do que em outras áreas da face. Outras vantagem do AH sobre os demais preenchedores é a possibilidade de eventuais efeitos adversos de sua aplicação serem tratados com um “antídoto”, a hialuronidase. Assim como qualquer técnica de rinoplastia cirúrgica, o conhecimento da anatomia nasal é fundamental para o uso de preenchedores em bioplastias. Dessa forma, reduz-se as chances de complicações e efeitos adversos.

A utilização do AH em bioplastia é um procedimento seguro quando respeitados alguns critérios. Estes, são relacionados principalmente ao volume aplicado numa mesma sessão, locais e plano ideal de injeção. O conhecimento detalhado da anatomia do nariz, principalmente de sua vascularização, é fundamental para uma maior segurança no procedimento. 

Bioplastia ou Cirurgia

Contudo, apesar da facilidade no uso de preenchedores para a correção de defeitos estéticos da pirâmide nasal, a bioplastia é mais viável e eficaz para a correção de pequenos defeitos do nariz. Dessa forma, a rinoplastia cirúrgica permanece como principal alternativa para a correção estética definitiva e também para defeitos nasais maiores.